Páginas

2 de junho de 2017

...do avesso...



Pouco ou nada sei de plantas, daí ficar tão surpreendida quando faço estas pequenas descobertas, tanto mais que me limito a regar, retirar folhas velhas e de vez em quando mudar a terra (ou a água!).
As orquídeas, diz a regra, não podem ser regadas em excesso, as minhas têm sempre água no fundo do vaso; os catos gostam de terra seca, tenho alguns dentro de água.

2 comentários:

Lete disse...

Que lindas, que viçosas! Adorei os olhares sobre estas ternuras tão verdes e vivas!

Sandra Oliveira disse...

Bonitas e com um aspeto magnífico ;)