Páginas

29 de agosto de 2012

...City Quilter - NY...

Hoje é dia de ficar por casa, de desfazer a mala, de me adaptar à diferença horária e de fazer alguns posts(!!!).
...
Antes de partir, selecionei  duas lojas de patchwork, comecei pela City Quilter (preços razoáveis).









A loja é composta por duas salas ligadas entre si apesar de terem duas montras distintas. Na segunda sala funciona a The art gallery quilter onde estava patente esta exposição. As fotografias não são de boa qualidade, foram tiradas sem flash.
Notícia do New York Times.
























Trouxe comigo três dos quatro  tecidos que selecionei antes de partir. Levei ainda uma lista do material a comprar, e pelo meio, é claro que perdi a cabeça e acrescentei mais um livro, dois tecidos e outro material. 
Dois tecidos  foram criados pelos donos da City Quilter a partir de imagens deste livro e o das linhas de metro é um exclusivo criado por eles.


4 comentários:

amora disse...

que quilts bonitos! são quadros mesmo... desde que me iniciei nesta aventura do patchwork tenho visto trabalhos magnifícos! dá vontade de aprender ;)

Isilda disse...

A mim acontece-me o mesmo, Laura. E há quilts para todos os gostos desde os mais tradicionais aos menos convencionais.
Beijinho

Naná disse...

Fiquei absolutamente encantada com o quilt dos corações! Lindíssimo!

Isilda disse...

Bom-dia, Naná!
O quilt dos corações é um mostruário dos pontos que se podem fazer com a Bernina que tinham exposta. Assisti a uma pequena demonstração feita a um cliente que curiosamente era homem.
O quilt que está por baixo da máquina "Sweet sixteen" é também um mostruário, mas de diferentes blocos.
Beijinho