Páginas

25 de fevereiro de 2009

...Jai Ho...


Já fui ver!
...
Dois filmes, duas categorias distintas, dois óscares, o mesmo enredo: um conto de fadas onde o protagonista tudo faz para recuperar a bela donzela por quem se apaixonou no meio de restos e dejectos (vulgo lixeira)... e depois é a corrida contra o tempo para termos um final feliz. O que, nos tempos que correm, sabe bem, ainda que seja ficção, pois o fardo da crise ameaça racionar o oxigénio e a boa disposição.
Falo, é claro, de "Wall-E "(Melhor Longa-Metragem de Animação) e de "Quem Quer Ser Bilionário"(Melhor Filme).
Jai Ho! (expressão em língua hindi e que pode ser traduzida para "És o maior, ganhaste!"

1 comentário:

PF disse...

E a heroína (a Latika) é de origem (remota) portuguesa pois chama-se Freida Pinto, com origens católicas (que ainda mantém).

e, já agora, Mumbai (Bombaim) onde muito do filme se passa (e onde a Freida Pinto nasceu), foi Portuguesa durante quase 130 anos.